Seguidores

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

O floral de Bach Impatiens


O floral de Bach Impatiens relaciona-se com as qualidades da alma ligadas à paciência e delicadeza. No estado negativo de Impatiens, somos impacientes, e nossa tensão interior tende a tornar-nos irritadiços para com os demais. Rápidos no pensar, todos os outros nos parecem muito lentos.

As pessoas no estado Impatiens negativo preferem muitas vezes trabalhar sozinhas e fazer as coisas de acordo com seu próprio ritmo, sem nenhuma interferência de fora. A independência lhes é muito importante.

A lição para o tipo Impatiens é aprender a manter-se fora do envolvimento ativo, deixar as coisas acontecerem, praticar a PACIÊNCIA. Isso lhes será mais fácil se, em vez de operarem a partir do seu poderoso plano mental, pensarem com o coração.

Sintomas-chave do tipo Impatiens: impaciente, irritadiço, reações excessivas.

FONTE: SCHEFFER, M. Teoria floral do Dr. Bach: teoria e prática. 12ed. São Paulo, Pensamento. 2005. 228p.

O floral Impatiens me lembra muito uma música da Zélia Duncan, chamada "Distração" - do álbum "Pré-pós-tudo bossa band".
A lição a ser aprendida para o tipo Impatiens se encontra justamente nessa canção:

Distração
Composição: Christiaan Oyens e Zélia Duncan

Se você não se distrai, o amor não chega
A sua música não toca
O acaso vira espera e sufoca
A alegria vira ansiedade
E quebra o encanto doce
De te surpreender de verdade

Se você não se distrai, a estrela não cai
O elevador não chega
E as horas não passam
O dia não nasce, a lua não cresce
A paixão vira peste
O abraço, armadilha

Hoje eu vou brincar de ser criança
E nessa dança, quero encontrar você
Distraído, querido
Perdido em muitos sorrisos
Sem nenhuma razão de ser

Se você não se distrai,
Não descobre uma nova trilha
Não dá um passeio
Não rí de você mesmo
A vida fica mais dura
O tempo passa doendo
E qualquer trovão mete medo
Se você está sempre temendo
A fúria da tempestade

Hoje eu vou brincar de ser criança
E nessa dança, quero encontrar você
Distraído, querido
Perdido em muitos sorrisos
Sem nenhuma razão de ser

Olhando o céu, chutando lata
E assoviando Beatles na praça
Olhando o céu, chutando lata
Hoje eu quero encontrar você.

3 comentários:

  1. ...traigo
    sangre
    de
    la
    tarde
    herida
    en
    la
    mano
    y
    una
    vela
    de
    mi
    corazón
    para
    invitarte
    y
    darte
    este
    alma
    que
    viene
    para
    compartir
    contigo
    tu
    bello
    blog
    con
    un
    ramillete
    de
    oro
    y
    claveles
    dentro...


    desde mis
    HORAS ROTAS
    Y AULA DE PAZ


    TE SIGO TU BLOG




    CON saludos de la luna al
    reflejarse en el mar de la
    poesía...


    AFECTUOSAMENTE
    MARIANA




    ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE CACHORRO, FANTASMA DE LA OPERA, BLADE RUUNER Y CHOCOLATE.

    José
    Ramón...

    ResponderExcluir
  2. Ana Claudia Oliveira10 de setembro de 2010 22:06

    É o meu floral preferido!!! rs... Preciso dele constantemente!

    ResponderExcluir
  3. Muito boa. Viva o floralzinho nosso de todo o dia.

    ResponderExcluir