Seguidores

domingo, 2 de maio de 2010

Uma das possibilidades da psicossomática da Síndrome do Ovário Policístico


A Síndrome do Ovário Policístico (SOP) é um distúrbio que envolve a função do hipotálamo e da hipófise, causando a ovulação crônica. Pode estar envolvida com a obesidade e a suspensão da menstruação (amenorréia), ou em vez disso, surgir sangramento uterino irregular.

Geralmente, as mulheres afetadas por essa disfunção ovariana possuem uma boa capacidade criativa. Quando é para aplicá-la em benefício dos outros, imediatamente viabilizam excelentes idéias para sanar os problemas alheios; mas, em se tratando dos emaranhados que afligem a si mesmas, nada conseguem fazer para solucioná-los.
Existem sentimentos ambivalentes nessas mulheres; elas sabem que podem fazer muito em benefício de uma situação, entretanto, não colocam em prática suas idéias. Pensam em diversas possibilidades, mas acham difícil concretizá-las.

Organizar-se interiormente é indispensável para essas mulheres. Procurar fazer cada coisa no seu devido tempo; não se lamentar por tudo o que fizeram ontem, nem tampouco se programar para o amanhã. O mais importante é serem presentes e atuantes na realidade. Deixar fluir livremente as idéias pertinentes aos fatos que se desenrolam a sua volta.

Um floral interessante para tratar o emocional dos ovários policísticos é o Pomegranate, do sistema floral da Califórnia. Esse floral é da romã, e se pararmos para analisar, a romã assemelha-se ao ovário, cada carocinho corresponde aos folículos ovarianos.

Fonte: VALCAPELLI. Metafísica da Saúde. Vol.2. 3ed. São Paulo: Centro de Estudos Vida & Consciência Editora. 2005. 176p.

Um comentário:

  1. Olá Mariana! Achei o seu link no blog da Daniela Girotto e gostei! Vou adicionar sei blog no meu tb! Pra conhecer mais o meu trabalho, entre em www.ritanaturologa.com.br ou blog.ritanaturologa.com.br
    Abraços!

    ResponderExcluir